Olá leitores e seguidores do Motorrad Experience! Neste vamos falar sobre mototurismo na marcante e belíssima parte leste do Velho Continente.

A queda do Muro de Berlim em 1989 e o fim do comunismo na Europa do Leste, além das conhecidas consequências para a economia europeia e a relações internacionais como um todo, também trouxe amplas consequências para o turismo, inclusive as viagens em motocicleta. Há pouco mais de duas décadas era muito difícil visitar esses países. Os visitantes estrangeiros estavam  sob constante vigilância das polícias e serviços secretos locais e, muitas vezes, os deslocamentos  entre cidades necessitavam autorização prévia. Os hotéis eram de propriedade do governo, e os serviços, de modo geral, muito precários quando comparados a padrões internacionais. Nessas condições, as viagens de moto eram praticamente impossíveis.

O Danúbio, um dos rios mais importantes da Europa, atravessa Bratislava e segue em direção a Budapeste. No alto o Castelo de Bratislava.

O Danúbio, um dos rios mais importantes da Europa, atravessa Bratislava e segue em direção a Budapeste. No alto o Castelo de Bratislava.

A mudança de regime e o ingresso de muitos dos países ex-comunistas na União Europeia alterou completamente a situação econômica e política desses países o que afetou positivamente o turismo. Hoje, algumas capitais como Praga e Budapeste ou as cidades litorâneas da Croácia já se tornaram destinos turísticos consolidados. Um número cada vez maior de brasileiros procura também outros destinos. As viagens de motocicleta por turistas brasileiros que se dirijem à região especificamente com esse fim ainda são incipientes. No entanto, já é possível alugar motocicletas em cidades como Praga, Budapeste, Viena, Bucareste, Zagreb e Bratislava, entre outras. A tendência é esse mercado crescer, pois os países dessa região oferecem muitas estradas cênicas, boa gastronomia, uma ampla rede de cidades histórias de pequeno e médio portes com serviços cuja qualidade segue convergindo com os centros tradicionais da Europa Ocidental.

O lago Strbské Pleso, a 1360 m de altura nas montanhas Tatras tem vários bons hotéis. É um dos lugares mais bonitos da Eslováquia.

O lago Strbské Pleso, a 1360 m de altura nas montanhas Tatras tem vários bons hotéis. É um dos lugares mais bonitos da Eslováquia.

Boas opções não faltam. Como exemplo, a prestigiosa série televisiva Top Gear, da BBC, considera a Transfagarasana a mais espetacular estrada no mundo para se dirigir ou pilotar. Localizada na Romênia, país que abandonou o comunismo em 1989 e ingressou na União Europeia em 2007, a Transfagarasan será tratada em artigo específico no futuro. Há porém muitas alternativas. Por exemplo, a região que inclui a Baixa Áustria, Eslováquia e República Tcheca é marcada por uma paisagem que guarda certa semelhança com a Toscana italiana. Pequenas estradas que serpenteiam colinas verdes, cidadezinhas antigas, plantações e ainda algumas florestas e parques nacionais. No território eslovaco há ainda a cordilheira dos Tatras, na fronteira com a Polônia, e o montes Cárpatos. Em toda a região existem muitos spas com águas termais e as famosas cavernas, algumas das quais são também utilizadas para tratamento de doenças respiratórias. Para quem gosta de história, há dezenas de castelos abertos à visitação.

Paisagem comum na Eslováquia: os Cárpatos, florestas e plantações. Um excelente cenário para passeios de motocicleta.

Paisagem comum na Eslováquia: os Cárpatos, florestas e plantações. Um excelente cenário para passeios de motocicleta.

Um dos roteiros interessantes é sair de Bratislava margeando o Danúbio rumo ao sul até a barragem de Gabcikovo. Segue-se então para Sahy, onde se pega a rodovia 66, que ruma para norte, passando depois pela cidade histórica de Basnká Bystrica. Ali local vale uma passagem pelo restaurante Bystricka Klubovna, que funciona em uma torre medieval e serve boa comida típica da Europa Central. Seguindo viagem pela rota 66, atravessa-se o Parque Nacional dos Baixos Tatras em direção a Poprad; depois tomando-se a rota 18 passa-se por Levoca, o Castelo de Spiss e Presov, seguindo-se para o norte até Bardejov, cidade medieval, considerada patrimônio mundial pela UNESCO. Na volta, tomando-se a rota 77, depois a 537 vai-se margeando as montanhas, passando pelo lago Strbské Pleso e chegando ao Castelo de Orava, onde foram produzidos muitos filmes famosos como Nosferatu, Coração de Dragão, entre outros.

O restaurante Bistricka Klubovna funciona em uma torre medieval e serve excelente comida local.

O restaurante Bistricka Klubovna funciona em uma torre medieval e serve excelente comida local.

O Castelo de Spiss é monumental e fica às margens da rodovia que liga Banska Bistrica a Presov.

O Castelo de Spiss é monumental e fica às margens da rodovia que liga Banska Bistrica a Presov.

Bardejov é uma cidade medieval considerada patrimônio mundial pela UNESCO.

Bardejov é uma cidade medieval considerada patrimônio mundial pela UNESCO.

A rota 537 é uma bela estrada de montanha, margeando os Tatras de leste a oeste.

A rota 537 é uma bela estrada de montanha, margeando os Tatras de leste a oeste.

O Castelo de Orava já foi usado muitas vezes para a produção de filmes como Nosferatu e Coração de Dragão.

O Castelo de Orava já foi usado muitas vezes para a produção de filmes como Nosferatu e Coração de Dragão.

Dali pode-se retornar a Bratislava ou rumar para o norte e visitar a Morávia e a Boêmia na República Tcheca. Na verdade, há muitas opções possíveis, dependendo do tempo disponível e do interesse de cada um.

Até a próxima,

Luis Antonio Balduino