Turismo em duas rodas sustentável

Fotografia: Vando Ito

Com a divulgação pela mídia brasileira que algumas estradas, parques e reservas estão prevendo melhoramentos, muitos irão querer tirar proveito disso e as notícias paralelas começam a surgir.
Sei que as estradas que nos levam são importantes para o desenvolvimento das regiões, mas sinceramente, a falta de regras para esse desenvolvimento, não só como chegar aos locais, mas como irão dar o suporte para o turismo, fará que algumas regiões sejam prejudicadas se não houver sérios controles das expansões e também ambientais.
Rodar, conhecer, apreciar e principalmente preservar é lindo e desafiador por sinal. Sempre é a nossa meta em poder usufruir da maneira mais primitiva, todas as belezas que esse mundo a fora nos proporciona.

Aos que viajam pelo mundo a fora, sabem muito bem o quanto o turismo de aventura gera de renda, preservando o nosso planeta e dando maior qualidade ao povo.


Alguns ainda não perceberam que é no interior a melhor qualidade de vida, mas é só lembrar de alguma viagem sua para fora do meio urbano que tenho a absoluta certeza que belos momentos virão.
Fica a dica, cuidem bem desse patrimônio e façam do turismo ecológico a grande via de preservar e evoluir.
Não façam aqui o que se faz com a Amazônia ou em outras grandes partes da natureza brasileira, pois essa é outra briga que estamos perdendo e muito. Não podemos mais deixar de preservar.
Para isso, há mesmo que reverter muitas coisas. Começando pela educação imparcial e a coragem de cessar essa sangria de gestão onde não há um planejamento efetivo e real para que possa ser desenvolvido um projeto global apartidário para o Brasil.

Fotografia: Vando Ito

Muitos interesses também são avaliados, tendo todo o meu respeito e consideração, mas o que estou aqui colocando é que sejam pautados por preservação e lucro e não lucro e preservação.
O turismo é uma alta cadeia de geração de lucro e renda local e isso hoje é que devemos focar, pois está nessa via de interiorização, a solução de muitos problemas que hoje ocorrem no todo e na superpopulação das grandes cidades brasileiras e mundiais.
Muitas empresas ainda não avaliam o risco em seu negócio pela gestão ambiental como muitos gestores ainda não avaliaram que é através da educação a solução e isso é um grande erro.

 

Fica a reflexão cobrando a sua atitude em sua vida, pois a evolução ambiental e pessoal está em você.
Exemplos positivos? Sim há muitos e gostaria que comentassem isso. Abraço pessoal

#teigadventureficadica

Abração

Teiga Junior

Sustainable two-wheel tourism. By Teiga Júnior.

With the disclosure by the Brazilian media that some roads, parks and reserves are foreseeing improvements, many will want to take advantage of this and the parallel news begins to appear.
I know that the roads that take us are important for the development of the regions, but honestly, the lack of rules for this development, not only how to get there, but how they will support tourism, will cause some regions to suffer if there are no serious controls on expansions and also environmental ones.
Rotating, knowing, appreciating and especially preserving is beautiful and challenging by the way. It is always our goal to be able to enjoy in the most primitive way, all the beauties that this world outside provides us.
Those who travel around the world know very well how much adventure tourism generates income, preserving our planet and giving more quality to the people.
Some have not yet realized that the best quality of life is in the countryside, but just remember your trip outside the urban environment, I am absolutely sure that beautiful moments will come.
Here’s a tip, take good care of this heritage and make ecological tourism the great way to preserve and evolve.
Do not do here what you do with the Amazon or other large parts of Brazilian nature, as this is another fight that we are losing a lot. We can no longer fail to preserve.
For that, many things have to be reversed. Starting with impartial education and the courage to stop this bleeding of management where there is no effective and real planning so that a nonpartisan global project for Brazil can be developed.
Many interests are also evaluated, with all my respect and consideration, but what I am saying here is that they be guided by preservation and profit and not profit and preservation.
Tourism is a high chain of generation of local profit and income and that is what we must focus on today, as it is in this path of interiorization, the solution of many problems that today occur in the whole and in the overpopulation of the great Brazilian and world cities.
Many companies still do not evaluate the risk in their business by environmental management, as many managers have not yet evaluated that education is the solution and this is a big mistake.
The reflection is charging your attitude in your life, because the environmental and personal evolution is in you.
Positive examples? Yes, there are many and I would like you to comment on that. Hug

#teigadventureficadica

Abração